Erdogan marca eleições presidenciais na Turquia para 14 de maio

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, anunciou hoje a marcação de eleições presidenciais e legislativas para 14 de maio.

Erdogan marca eleições presidenciais na Turquia para 14 de maio

Erdogan marca eleições presidenciais na Turquia para 14 de maio

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, anunciou hoje a marcação de eleições presidenciais e legislativas para 14 de maio.

Num encontro com jovens em Bursa, Erdogan confirmou a data que tinha revelado na quarta-feira passada, o que significa que o escrutínio realizar-se-á um mês antes do previsto.

No encontro com jovens, Erdogan sublinhou que não serão eleições antecipadas, mas reflexo de um “ajustamento para ter em conta [a data] dos exames” dos estudantes, disse.

A marcação das eleições para 14 de maio, para as quais Erdogan se candidata à sua sucessão, coincide com o dia em que, em 1950, o Partido Democrata (conservador) venceu as primeiras eleições livres da Turquia contemporânea.

Na semana passada, diversas razões foram invocadas por editorialistas turcos para esta opção de marcação antecipada de eleições, entre as quais a economia em queda, mas também as datas das férias escolares e dos exames de admissão na universidade, previstos para junho.

No dia 14 de maio de 1950 deu-se a vitória de Adnan Menderes, figura emblemática para a direita conservadora turca, que pôs fim ao “reinado” do partido de Mustafa Kemal “Atatürk”, pai da Turquia moderna.

Menderes, fundador em 1946 do Partido Democrata, foi derrubado por um golpe de Estado militar em 1960 e executado um ano depois, e o seu partido foi dissolvido.

Erdogan, ele mesmo destituído e brevemente aprisionado quando era presidente da câmara de Istambul, nos anos 1990, compara-se com frequência a Adnan Menderes.

SS/(ANC) //APN

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS