PSD admite dar “segunda oportunidade” a Costa antes de ponderar inquérito parlamentar

O líder parlamentar do PSD admitiu hoje que o partido poderá dar “uma segunda oportunidade” e repetir questões ao primeiro-ministro ou colocar novas sobre uma eventual interferência no Banco de Portugal, antes de ponderar um inquérito parlamentar.

PSD admite dar

PSD admite dar “segunda oportunidade” a Costa antes de ponderar inquérito parlamentar

O líder parlamentar do PSD admitiu hoje que o partido poderá dar “uma segunda oportunidade” e repetir questões ao primeiro-ministro ou colocar novas sobre uma eventual interferência no Banco de Portugal, antes de ponderar um inquérito parlamentar.

“O primeiro-ministro demorou 60 dias a responder às perguntas do PSD, temos o direito de, de forma ponderada e serena, analisar o texto do primeiro-ministro e equacionar se não devemos repetir novamente algumas questões e eventualmente colocar novas”, afirmou Joaquim Miranda Sarmento, em declarações aos jornalistas, dizendo que o partido decidirá “nos próximos dias”.

Questionado se exclui, como admitiu no passado, avançar com uma comissão de inquérito parlamentar, o deputado considerou que “as comissões de inquérito nunca são ameaças”.

“Não excluímos nenhum mecanismo parlamentar, não excluímos a comissão de inquérito. O mais provável, nesta fase, é que haja espaço para que o primeiro-ministro tenha uma segunda oportunidade para esclarecer os portugueses, dado que nesta primeira pouco ou nada esclareceu”, afirmou.

António Costa enviou na terça-feira ao parlamento a resposta às perguntas que lhe foram colocadas pelo PSD em 23 de novembro passado, depois de o ex-governador do Banco de Portugal Carlos Costa o ter acusado de pressão e de “intromissões políticas” no processo de afastamento da empresária Isabel dos Santos do BIC.

SMA (PMF) // JPS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS