Porco ataca e mata funcionário de matadouro após recuperar consciência

O funcionário do matadouro preparava-se para matar o porco. Atirou-o contra uma parede elétrica, mas o animal acabou por recuperar a consciência e consumou uma espécie de vingança.

Porco ataca e mata funcionário de matadouro após recuperar consciência

Porco ataca e mata funcionário de matadouro após recuperar consciência

O funcionário do matadouro preparava-se para matar o porco. Atirou-o contra uma parede elétrica, mas o animal acabou por recuperar a consciência e consumou uma espécie de vingança.

Um funcionário de um matadouro foi assassinado pelo porco que tentava matar. O caso insólito aconteceu esta sexta-feira, 20 de janeiro, em Hong Kong, na China. O homem, de 61 anos, estava no processo de matança do animal quando este, no momento em que recupera a consciência, consumou uma espécie de vingança.

Segundo a polícia, citada pela CNN, o porco foi atirado contra uma parede elétrica, de forma a sofrer um choque quase fatal e a ficar inconsciente, mas acabou por recuperar os sentidos e lutar pela vida. Já desperto, o animal atacou o funcionário do matadouro, provocando a sua morte. O homem atingiu-se com o cutelo de 40 cm que segurava numa das mãos. Foi encontrado mais tarde por um colega de trabalho e encaminhado para o hospital, onde foi declarado o óbito.

Leia agora
Porcos apanhados a acasalar no meio da estrada [vídeo]
Dois porcos foram apanhados num momento mais íntimo… em plena estrada. O momento foi partilhado no Twitter e ficou viral (… continue a ler aqui)

O matadouro iniciou uma investigação para averiguar as causas do acidente e proceder a uma melhoria das condições de segurança do trabalho. Desconhece-se, no entanto, se o animal conseguiu escapar à morte.

O porco é tão inteligente quanto o cão

Segundo a Ciência, os porcos são animais complexos, sociais, inteligentes e emocionais. Não são considerados violentos, a menos que estejam a proteger as suas crias. São bichos muito sensíveis, vivem juntos em pequenos grupos, criam laços e conseguem entender-se uns aos outros. Neste artigo publicado no Science Daily, os investigadores estudaram a vocalização dos porcos e descobriram que eles comunicam entre si de forma muito mais complexa e diversa do que imaginávamos.

Ainda de acordo com o estudo, os sons emitidos pelos porcos transmitem os seus estados emocionais, motivacionais e fisiológicos. Por exemplo, quando sentem medo, emitem guinchos de forma a alertar os outros para o perigo ou protegê-los.

Num outro estudo realizado, Thinking Pigs: A Comparative Review of Cognition, Emotion, and Personality in Sus domesticus, foi provado, através de uma série de testes de cognição, emoção e comportamento, que os porcos têm traços comportamentais complexos semelhantes, porém não idênticos, a cães e chimpanzés.

No entanto, e apesar de serem seres tão complexos capazes de sentir dor, fome, medo e alegria, os porcos são dos animais mais explorados na indústria alimentícia. Na natureza, poderiam viver até 20 anos. Mas no monopólio da carne, são mortos aos 6 meses.

Texto: Inês Neves; Foto: Kenneth Schipper Vera na Unsplash

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS