Professora viola aluno a troco de boas notas

Aluno revela que não precisava de fazer muito nas aulas para ter as melhores notas, mas que temia não estar à altura das exigências sexuais da professora.

Professora viola aluno a troco de boas notas

Professora viola aluno a troco de boas notas

Aluno revela que não precisava de fazer muito nas aulas para ter as melhores notas, mas que temia não estar à altura das exigências sexuais da professora.

Uma professora acaba de ser detida acusada de violar um aluno em troca de boas botas. Lena Stewart, de 26 anos, e docente na Nixa High School, no Missouri, Estados Unidos da América, enfrenta duas acusações de sodomia, uma de violação, três de contacto sexual com um aluno e uma de má conduta sexual. Isto de acordo com informações avançadas pelo canal KY3. É salientado que os acontecimentos remontam a outubro de 2022, altura em que o jovem tinha 16 anos. Sendo que a idade mínima para consentimento sexual naquele estado é 17 anos.

Leia ainda
Professora dá cupcakes com esperma do marido aos alunos
Professora condenada a 41 anos de prisão devido a diversos crimes sexuais como o de dar aos alunos cupcakes com esperma do marido (… continue a ler aqui)

Salientam os investigadores que o aluno dá conta que a professora era bastante tolerante com ele nas aulas. E que não precisava de fazer grande coisa para ter as melhores notas. Só que estava preocupado de ver as notas baixarem caso não estivesse à altura das exigências sexuais da docente. Entretanto, foi partilhado o depoimento do jovem às autoridades. O aluno refere que tiveram relações sexuais no carro da professora. Desde dezembro que a docente estava afastada da escola.

Aluno relata detalhadamente relações sexuais com professora

Zac Rants, porta-voz da autoridade educacional local, comentou o caso através de comunicado. “Soubemos hoje que as acusações foram feitas contra Lena Stewart, uma professora da Nixa High School”, começa por salientar. “Levamos qualquer alegação de conduta imprópria extremamente a sério, então, quando uma alegação foi feita em dezembro, o distrito seguiu a política e o procedimento e colocou Lena Stewart em licença administrativa e continuará a seguir a política e o procedimento da diretoria ao lidar com essa situação. O distrito trabalhará com as autoridades apropriadas enquanto conduzem sua investigação e cooperará totalmente com tudo o que for necessário”, termina.

Texto: Bruno Seruca; Fotos: Shutterstock

Impala Instagram


RELACIONADOS